Passagem online e internet wi-fi invadem o transporte público

Prefeitura de São Paulo prometeu que todos os ônibus da capital ofereceram serviço de internet grátis durante a Copa do Mundo

Coletivos podem ter wi-fi em breve.

Usuários do transporte público e de trens urbanos das grandes capitais brasileiras podem viajar em breve, com serviço de internet sem fio grátis e reservar a passagem online, mesmo antes de embarcar. Se o projeto ainda em caráter experimental, da Trensurb – empresa que opera em linhas de trens da Região Metropolitana de Porto Alegre, funcionar, o Rio Grande do Sul pode ser um dos primeiros Estados do país a implantam a tecnologia digital em todos os veículos urbanos da cidade. O projeto chamado de “Novas conexões” e que está sendo testado pela empresa Conectividade em Movimento suporta até 700 acessos simultâneos, e já entrou em teste desde o dia 10 de setembro, durante seções de 12 minutos para cada passageiro.

Para o gerente do projeto, Antônio Carlos Freitas, a intenção de aproximar os clientes do sistema de transporte rodoviário é suprir as necessidades de comunicação de cada indivíduo.  “A questão do acesso à internet via dispositivos móveis também deve ser pensada antes do viajante embarcar, ou seja, na hora em que ele está em casa e tem opção de comprar as passagens rodoviárias”, explica. A fase de testes da nova tecnologia ambulante deve durar três meses, e inicialmente está programada para beneficiar usuários que moram na capital. O wi-fi gratuito vem sendo testado em diversas cidades do Brasil. Em Blumenau, por exemplo, há duas semanas através, já era possível acessar as redes sociais enquanto se esperava o ônibus em terminais rodoviárias da cidade. Já em São Paulo, o serviço foi testado em quatro ônibus rodoviários que circulam pela capital.

Para os idealizados da iniciativa, a disponibilidade do sinal de internet dentro dos veículos foi muito reivindicada durante as manifestações populares, no ano passado. Além do preço das passagens, muitos foram às ruas para pedir a liberação do sinal durante as viagens de ônibus. Apesar de não compensar os atrasos e as lotações inevitáveis entre uma viagem e outra, navegar na internet pode minimizar as críticas de quem faz o trajeto rodoviário todo dia. O que anima as prefeituras é com relação ao investimento que envolve a implantação do projeto, muitas vezes sem custo quando o município já possui uma rede de fibra óptica disponível para fazer integração com as rodoviárias.

Passagem de ônibus em São Paulo está mais cara, saiba onde

Passagens de ônibus de Sorocaba estão mais caras.

Passagens de ônibus de Sorocaba estão mais caras.

Sorocaba é uma das cidades metropolitanas do Estado Paulista que deixou a passagem de ônibus em São Paulo mais cara desde o começo desse mês. O reajuste praticado do dia 9 de agosto pra cá é válido para veículos do transporte coletivo da cidade que aceitam o passe social, vale transporte e o passe de estudante. Nas viagens regulares o preço saltou de R$ 2,95 para R$ 3,20, registrando um aumento de 8,47%. Quem embarca com o vale transporte terá de se acostumar com o reajuste de 6,35% elevando o preço da passagem rodoviária de R$ 3,15 para R$ 3,35, ao contrário do que é gasto por estudantes, os únicos que ficaram livres do aumento.

Segundo a prefeitura de Sorocaba, um estudo apontou que o reajuste das passagens de ônibus era necessário para suprir o repasse que as empresas rodoviárias vêm gastando com o operacional urbano, assim como acontece com a folha de pagamento dos funcionários e os próprios impostos e insumos aplicados abusivamente em combustíveis e outros setores. Se o valor dos bilhetes não fosse reajustado, outras áreas básicas da cidade teriam ter seu orçamento cortado. Mesmo sem agradar a maioria, o reajuste tarifário deve colocar nas ruas 48 veículos novos para realizar o transporte coletivo de passageiros, além de melhorar a locomoção de usuários com mobilidade reduzida através de dois ônibus adaptados.

Desde o dia 8 de agosto, a população pôde atualizar os valores das passagens em diversos pontos da cidade. A Urbes, empresa que comanda as ações de trânsito e transporte de Sorocaba, garante que o valor antigo ainda é válido para os próximos 90 dias, por isso, quem já havia carregado os cartões tem que aproveitar os dois próximos meses enquanto os embarques ainda são validados com desconto. A boa notícia é que aos domingos, o preço cobrado para viajar de ônibus com o cartão social não sofre alterações. O benefício concedido através do programa “Domingão a R$ 1” desde 2007 continuará em atividade. Segundo o prefeito Pannunzio, mesmo com as gratuidades, a prefeitura ainda deveria ceder subsídios de mais R$ 4 milhões destinados ao transporte municipal.

Conheça os pontos negativos da Itapemirim reservas de ônibus

Viação Itapemirim é uma das mais populares do Brasil.

Viação Itapemirim é uma das mais populares do Brasil.

Apesar da fama e do monopólio em diversas linhas rodoviárias do Brasil, a Itapemirim reservas de ônibus também coleciona problemas e pontos desfavorável que posicionam a empresa em uma verdadeira viagem ao inesperado. O fim das concessões que dão direito à operação em linhas interestaduais e internacionais foi um das principais baixas que a viação Itapemirim teve que aprender a conviver desde 2008. Da data para cá, a ANTT passou a oferecer todas as linhas de ônibus para as companhias rodoviárias que apresentassem o menor preço nas passagens de ônibus. Um risco que colocou a Itapemirim e algumas de suas concorrentes na corda banda, tendo que optar pela disputa de território e correr o risco de ver o faturamento cair até tornar as operações inviáveis financeiramente.

Como se não bastasse, a idade máxima dos veículos foi reduzida ano após ano, comprometendo ainda mais os subsídios para as gratuidades nos bilhetes rodoviários e até o próprio custo das operações. Não é atoa que a viação “amarelinha” ganhou o título rejeitado de frota de ônibus mais velha do país, com uma idade média de 12 anos em mais de seus mais de 1 mil veículos rodoviários. Nos dois últimos anos, a empresa rodoviária teve seus créditos aprovados e conseguiu trazer para sua garagem mais de 150 ônibus novos. Com o prejuízo herdado desde a última década e os investimentos forçados, a Itapemirim também abriu concorrência franca com transportadoras mais novas e relativamente menores.

Rinchas e divisões na sociedade que comenda a empresa também enfraqueceram os negócios da auto viação mais antiga do Brasil. O conflito que virou caso de polícia abriu divisões judiciais dentro do grupo e forçou novas regras de governança corporativa propondo a administração coletiva de executivos. No passado, a empresa também trabalhou com cargas e chegou a adquirir oito aviões e seis Boeing 727. O negócio chamado de “Fedex brasileira” acanhou e foi vendido para a TAM, em 1998. Com os prejuízos, a empresa Itapemirim já vendeu a garagem em Brasília, por 25 milhões de reais e se desfez da empresa de ônibus Nossa Senhora da Penha e Expresso Kaiowa por uma quantia de R$ 120 milhões. Há quatros anos levantou R$ 72 milhões na venda de dois terminais de carga.

Comprar passagem rodoviária no cartão preocupa gaúchos

Cartao de credito

Compra de passagens com cartões.

Quem chega à rodoviária de Porto Alegre para comprar passagem rodoviária com cartão de crédito e débito não está ficando satisfeito com as opções oferecidas pelas 21 empresas de ônibus que atuam no local.
Do total, apenas três adoraram forma de pagamento com cartões para as duas modalidades e nove reservam passagens com cartões de crédito através de sites na internet, segundo informou a Veppo.
As companhias de ônibus Unesul, Ourou e Prata e Planalto somam metade de todos os embarques realizados diariamente no terminal rodoviário, cerca de 500 viagens de ônibus. Desde abril desse ano, todos os guichês da rodoviária possuem máquina de cartão, porém nem todos utilizam este serviço. De acordo com informações da estação, só 5% das passagens de ônibus vendidas no dia, são efetuadas com cartões dos clientes. No guichê de atendimento da viação Unesul, a venda de passagens com cartões é de 16%.

Mais seguro do que transportar dinheiro na carteira e em alguns casos mais econômico, já que permite o parcelamento das passagens, a implantação dos cartões está sendo estudada pelo restante das auto viações. A companhia Expresso Caxiense promete colocar o serviço a disposição nos próximos dias.
Os Cartões Visa e Martercard são aceitos pelas três transportadoras. Os bilhetes rodoviários podem ser pagos direto na rodoviária ou em plataformas digitais que possuem credenciamento com a empresa.
A rodoviária de Porto Alegre também trabalha com sistema de reserva online. Apesar de não fornecer a opção de parcelamento nos cartões, dá acesso a pagamentos em depósito ou transferências bancárias.

As empresas rodoviárias Citral, DATC, Embaixador, Santa Cruz, Bento e São José aceitam apenas a compra das passagens em cartões de crédito através da internet.
Além das bandeiras Visa e Marter, as moedas mais aceitas são Elo, Diners e American Express. Só na capital do Rio Grande do Sul, há sete pontos de apoio funcionamento ativamente, sem contar com o terminal rodoviário administrado pela Veppo. Por eles é possível reservar passagens sem ir à rodoviária.
No município de Cachoeirinha, o Shopping do Vale oferece atendimento para viajantes de ônibus. Os postos de atendimento também aceitam pagamentos em cheque.

Passagem online ajuda estrangeiros durante Copa do Mundo

Passagem online ajuda estrangeiro.

Passagem online ajuda estrangeiro.

Boa parte dos estrangeiros que desembarcaram no Brasil para acompanharem os jogos da Copa do Mundo tem muito do que agradecer a sites que comercializam passagem online tanto para viagens aéreas, quanto para quem prefere viajar de ônibus.
Bem mais acessíveis, práticos e modernos em comparação com os atendimentos oferecidos nos guichês de companhias de transportes, os e-commerces brasileiros do setor de transportes mostraram boas opções e deram uma surra de desempenho com o que foi apresentado dentro de campo pela seleção brasileira.
Quem veio de países europeus, como a Alemanha, Holanda e a Espanha, sem saber se quer pronunciar uma frase em português, não sentiu dificuldades na hora de comprar as passagens de ônibus, explica o CEO da Quero Passagem.

A startup em atividade no Brasil desde o final do ano passado foi a primeira a oferecer pagamentos dos bilhetes rodoviários através de cartões internacionais, sem a necessidade da apresentação do CPF, obrigatório para compra das passagens no Brasil.
Além disso, o e-commerce criado pelo polonês Lukasz Gieranczyk, também implantou uma versão exclusiva com o buscador de passagens e várias informações nos idiomas inglês e espanhol.
A medida foi copiada por outros sites concorrentes e também pôde facilitar a vida de estrangeiros que decidiram gastar mais para viajar de avião.
As mais importantes agências de turismo on-line que trabalham com venda de passagens aéreas também modernizaram seus sistemas para aproveitar a grande demanda de turistas durante o Mundial da FIFA.

O investimento gasto pelo site Quero Passagem já surtiu ótimos resultados mesmo antes da Copa do Mundo acabar. Segundo a direção da empresa já foram registrados aumentos de 30% nas vendas efetuadas no buscador.
Cerca de 20% de todas as compras anuais do site vêm sendo feitas por estrangeiros, mesmo sem a interferência de eventos com é o caso da Copa do Mundo e da Jornada Internacional da Juventude, que aconteceu no ano passado.
O que empresários do setor esperam é que, eventos dessa magnitude possam abrir as portas do turismo internacional para o Brasil, e posteriormente aumentar a procurar pelos serviços nas grandes cidades do país.

Procura por passagem de ônibus em São Paulo deve aumentar na quinta

Procura por passagens deve aumentar.

Procura por passagens deve aumentar.

A procura por passagem de ônibus em São Paulo e outras cidades do interior do Estado deve aumentar durante essa quarta e o começo da semana que vem, por causa do feriado prolongado de Corpus Christi.
Só em Campinas, mais de 140 mil pessoas devem deixar suas casas para aproveitar a folga com a família. O número esperado pelo terminal Ramos de Azevedo, está levando em consideração o fluxo rodoviário de pelo menos cinco dias, incluindo dia em que haverá jogo do Brasil, pela Copa do Mundo.

A Socicam, concessionária que administra a rodoviária de Campinas e a maioria dos terminais de São Paulo, já contratou funcionários extras para atuarem nos setores de operação, limpeza e manutenção, e reforço para segurança do prédio.
No feriado, a expectativa da Socicam, é que cerca de 30 mil passageiros embarquem no terminal rodoviário. Até agora as passagens de ônibus para Americana, São Paulo, Sorocaba e Jundiaí estão sendo as mais vendidas.
Mesmo para quem ainda não adquiriu os bilhetes rodoviários, a dica é acessar a internet e reservar as passagens para evitar constrangimentos e filas na hora do embarque. É preciso chegar uma hora antes de o ônibus partir, colocar o nome e o número de contato nas bagagens, portar documentos de identidades de todos os tripulantes (até mesmo de crianças), e sanar as dúvidas apenas com funcionários uniformizados e identificados pela empresa rodoviária.

A regra para crianças menores de 12 anos embarcarem é a mesma para viagens de ônibus intermunicipais. É preciso apresentar o RG na companhia de pais e responsáveis legais, ou até com um irmão maior de idade, avós e tios de primeiro grau. Apenas em casos que o passageiro realizar o trajeto sozinho, será obrigatório a apresentação de uma autorização em escrito com assinatura dos responsáveis e com firma reconhecida em cartório.
Neste feriado, o Brasil sedeará mais três jogos da primeira fase da Copa do Mundo. A partida mais aguardada fica por conta das duas campeãs do mundo, Uruguai e Inglaterra, em disputa no estádio do Corinthians, em São Paulo.

Itapemirim reservas de ônibus para estrangeiros durante a Copa

Itapemirim vende passagem com cartões internacionais.

Itapemirim vende passagem com cartões internacionais.

A Itapemirim reservas de ônibus atualizou seu sistema de venda de passagens online para atender a grande demanda de turistas estrangeiros que já começaram a desembarcar no Brasil para ver a Copa do Mundo.
Segundo estimativa da Abrati – Associação Brasileira de Empresas de Transporte Terrestre mais de 600 mil moradores de países vizinhos devem chegar ao Brasil.
Do montante, pelo menos metade dependerá do serviço rodoviário para transitar aos arredores dos estádios das cidades-sede, ir até os hotéis ou acessar outros pontos das capitais.
Assim como outras grandes empresas de ônibus que operam em linhas até cidades onde acontecerão os jogos do Mundial, a viação Itapemirim ampliou as possibilidades de pagamento das passagens no site e disponibilizou versões em inglês e espanhol para facilitar a navegação de usuários que não dominam o idioma português.

Quem não tem nacionalidade brasileira e quer reservar passagens rodoviárias pode pagar os bilhetes com cartões internacionais, sem apresentação do CPF, obrigatório para compras online feitas por brasileiros.
Novas linhas rodoviárias com horários alternativos e veículos novos para apoiar a frota, são outras apostas para o Mundial.
Por causa do evento FIFA, a antecipação das férias escolares em praticamente todo o território nacional também deve aumentar a procura por passagens de ônibus nos próximos 60 dias.

Segundo documento do Ministério do Turismo, só nesse mês, mais de 3 milhões de passageiros deverão embarcar até os estádios de futebol.
Além da versão trilíngue no site oficial da empresa rodoviária, há funcionários treinados para realizar o atendimento em outras línguas.
Dos terminais rodoviários que abastecerão o maior fluxo das capitais sedes do torneio, a Rodoviária Novo Rio, no Rio de Janeiro e o Terminal Tietê aparecem como os mais bem informatizados.
A administração da companhia Itapemirim acredita que a Copa deve exigir uma super lotação parecida com o que acontece nas festas de final de ano e durante o carnaval.  A empresa adquiriu 220 veículos novos e agora consegue atender uma demanda superior de 40% nas viagens de ônibus.

Turistas estrangeiros procuram reserva e passagem online

Copa do Mundo aquece venda de agências virtuais.

Copa do Mundo aquece venda de agências virtuais.

Mais de 600 mil torcedores que vivem fora do Brasil são esperados durante a Copa do Mundo no Brasil, além 800 mil viajantes brasileiros que devem percorrer o país. O grupo reforça a lista daqueles que utilizarão o serviço digital para reservar as passagens aéreas e rodoviárias e se hospedar.
Só o Hotel Urbano, um site agenciador de turismo que lidera o segmento de hospedagens no Brasil já teve um aumento de 20% nas suas vendas online incluindo os pacotes de viagens e hotéis no período em que o Brasil sediar o torneio da Fifa. A preferência para se hospedar fora das cidade-sedes da Copa é maior. Para o diretor comercial da empresa, a maioria dos clientes busca cidades com até 300km das capitais onde acontecerão os jogos.

Além de ser mais prático e seguro, o torcedor que pretende fazer turismo no período da Copa do Mundo pode encontrar preços bem chamativos através de e-commerces e startups brasileiras. “Procuramos reforçar nossas parcerias com a rede hoteleira de municípios próximos as cidades sede reduzir os preços aos nossos internautas que desejam viajar durante a Copa”, explica o responsável pelo site de hotéis.
A central de passagens rodoviárias Quero Passagem, lançada no final do ano passado é outra boa opção para quem precisa viajar durante a Copa.
O site espera crescimento de mais de 30% em sua vendagem de passagem online e por isso preparou uma série de ferramentas para auxiliar estrangeiros na hora de retirar o bilhete.

A empresa foi a primeira do ramo rodoviário a disponibilizar uma versão em inglês e espanhol, além de comercializar as passagens de ônibus através de cartões de crédito internacionais. O site também não exige a apresentação de CPF para quem mora fora do Brasil.
Segundo a direção da Quero Passagem, o site ainda deve incluir um glossário em inglês com os termos brasileiros mais usados para facilitar a comunicação dos clientes na hora de embarcar.
Ao contrário das passagens de ônibus, quem procura o serviço online para se hospedar prefere as cidades turísticas, regiões litorâneas e municípios do interior do Estado.

Comprar passagem rodoviária dá direito de viajar com cão?

Animais só podem embarcar no compartimento de bagagens.

Animais só podem embarcar no compartimento de bagagens.

Viajar de ônibus com seu animalzinho de estimação pode ser tão complicado quanto deixa-lo com o vizinho durante as férias para poder sair de casa.
Pelo menos foi isso que aconteceu com uma adolescente que mora em Cruzeiro do Sul, no estado do Acre.
A jovem decidiu comprar passagem rodoviária de uma empresa depois que foi informada pelo serviço de atendimento que poderia embarcar com seu cão, caso ele estivesse medicado e devidamente vacinado.
Contrariando as normas da Agência Estadual Reguladora de Serviços Públicos (Ageac), a companhia de ônibus teria prometido, segundo a passageira, transportar o animal na cabine do veículo, enquanto o permitido é condiciona-lo apenas dentro do bagageiro, de maneira correta. Entretanto, na hora de embarcar, surpresa!!!

Ao contrário do que haviam prometido, a empresa de ônibus não aceitou o ingresso do cachorro da jovem.
Segundo funcionários da PetroAcre, companhia de ônibus contratada, o embarque só não foi aceito porque o animal não estava dormindo e apresentava tamanho considerado maior que o esperado. Também foi constatado pelo motorista, que o cão estava agitado e poderia colocar a tranquilidade dos passageiros em risco.
De qualquer maneira, a passageira comprovou ter medicado o animal junto com acompanhamento médico obrigatório. Além de receber um tranquilizante para suportar a viagem, o animal de estimação estava acomodado na casinha.
A reclamação foi parar na Ageac e cabe investigação.

A viagem de ônibus com saída do município de Cruzeiro do Sul iria até a capital do estado em um percurso de 12 horas de duração.
Na opinião de veterinários, o transporte de animais em veículos coletivos precisa ser repensado. Por causa das longas horas de viagem e das condições do local de transporte com falta de iluminação e ventilação adequada, optar por passeios sem a presença dos animais pode ser a melhor opção.
Para saber mais sobre o que pode e não pode nas viagens com animais, o site especializado na venda de passagens rodoviárias, Quero Passagem, criou uma página exclusiva com informações sobre o tema. Acesse o link http://queropassagem.com.br/dicas-de-viagens-de-onibus/viagens-com-animais e tire todas as suas dúvidas antes de reservas as passagens e passar apuros no momento do embarque.

Passagem de ônibus em São Paulo está 6,5% mais cara

O preço de passagens de ônibus de São Paulo estão mais caras para viagens intermunicipais e suburbanas.

Passagens rodoviárias em SP voltam a subir

A passagem de ônibus em São Paulo que serve para viagens intermunicipais está 6,5% mais cara em relação ao valor tarifado no ano passado.
O reajuste é válido para todo o estado de São Paulo e também atinge as linhas suburbanas da capital. Para viagens até a periferia o aumento é ainda maior, com elevações de 7,24%.
O aumento foi baseado em gastos operacionais das companhias de ônibus entre agosto de 2012 e dezembro do ano passado.
Durante esse período, o óleo diesel registrou acréscimo de 15% e o piso salarial da categoria ficou 8% mais caro para os empresários do setor rodoviário.
Só no ano passado, mais de 250 veículos novos foram colocados na rua para compor a frota do Sistema de Transporte Intermunicipal de São Paulo.

Hoje, o sistema é composto por 2670 ônibus que atendem as 631 linhas rodoviárias e 431 linhas suburbanas.
Segundo a Secretaria Estadual de Logística e Transportes apenas em novembro de 2012 houve o último aumento. Na ocasião as tarifas de ônibus ficaram 6,85% mais caras acompanhando o cálculo de 9,08% no Índice de Inflação do Brasil (IPC-A).
Somente as viagens rodoviárias dentro das regiões metropolitanas, de onde a EMTU administra as linhas, não sofrerão o reajuste desse início do ano.
Para se livrar do aumento é preciso reservar as passagens o quanto antes e garantir os embarques necessários até o final do ano.

Em contrapartida, quem tem mais de 60 anos e mora em São Paulo, tem motivos de sobra pra comemorar quando o assunto é transporte rodoviário.
Desde o dia 23 do mês passado, passageiros da melhor idade estão embarcando em ônibus intermunicipais rodoviários sem pagar nada por isso. Quem descumprir a lei pode ser multado em até R$ 4 mil.
Para se ver livre das passagens, idosos precisam reservar seus acentos um dia antes do embarque, e estar munido com seu documento de identidade.
Desde outubro do ano passado, o governo sancionou uma lei que permite aos idosos o uso livre do Metrô, trens da CPTM  – Companhia Paulista de Trens Metropolitanos e ônibus da EMTU, mas até hoje o benefício não foi colocado em prática.